Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação

Agudos, quarta-feira, 27 de outubro de 2021 Telefone (14) 3262-8500

Atendimento Atendimento: De segunda-feira a sexta-feira, das 08h às 17h.

Ter
26/10
31 °C
18 °C
Índice UV
13.0
Quar
27/10
26 °C
22 °C
Índice UV
13.0
Quin
28/10
23 °C
19 °C
Índice UV
13.0
Sext
29/10
24 °C
17 °C
Índice UV
13.0

Serviços Urbanos - Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2021

Buscar Notícia

Notícias por Categoria

Prefeitura deverá arcar com débitos de ônibus comprados pela gestão anterior

Veículos que não estão mais em uso não foram transferidos para o município e dívida com o Detran ultrapassa os R$ 100 mil


Prefeitura deverá arcar com débitos de ônibus comprados pela gestão anterior

A Prefeitura de Agudos terá que arcar com dívida referente aos ônibus sucateados, comprados na gestão anterior. Parte dos veículos que foram adquiridos e usados por pouco mais de um ano, não foram transferidos para o município através do Detran (Departamento Estadual de Trânsito). Agora, para dar fim aos ônibus velhos e sem uso, a prefeitura terá que pagar as dívidas referentes a IPVA e transferência, em um montante de mais de R$ 100 mil, valor superior inclusive ao dos veículos atualmente.

A frota sucateada está no pátio da prefeitura na antiga Hatsuta. Os veículos estão completamente destruídos, alguns sem motor e a grande maioria deles serve apenas como sucata.

Os ônibus foram comprados em 2017 pela antiga gestão. À época, a prefeitura investiu R$ 504 mil na compra de 20 ônibus da empresa Arena Comércio e Intermediação Eirelli ME (pagando R$ 25,2 mil por veículo).

Dos 20 veículos, apenas 6 foram transferidos para o município. Outros 11 veículos não foram transferidos e há ainda 3 em que consta a falta do CRV (Certificado de Registro de Veículo). Em um dos veículos o CRV ainda está em posse de um antigo proprietário.

O total de débitos de IPVA, segundo levantamento feito pela Prefeitura de Agudos é de R$ 100.368,32, desse total, R$ 91.705,14 representa o montante de débitos dos veículos com baixa solicitada.

O prefeito Fernando Octaviani disse que queria leiloar os ônibus e conseguir recursos para investir na frota da prefeitura, em veículos de outros setores, uma vez que o transporte coletivo gratuito está sendo prestado por uma empresa terceirizada.

“A nossa intenção era vender essas latas velhas deixadas aqui, conseguir ao menos recuperar parte do que a prefeitura investiu, mas será difícil. Os ônibus viraram sucata e agora temos esse problema. Estamos tentando reverter a situação, mas se não conseguirmos vamos ter que pagar esse valor, para só depois dar uma destinação a esses veículos”, explicou Fernando.

Confira mais fotos no link: https://www.flickr.com/photos/191680426@N03/albums/72157717986175337

 

Transporte coletivo foi terceirizado

Em agosto de 2017 a gestão anterior assumiu o serviço do transporte coletivo gratuito alegando economia aos cofres públicos, mas os ônibus comprados duraram apenas um ano e oito meses. 

Por conta da má conservação dos veículos e falta de manutenção, o serviço logo virou alvo de críticas por parte dos usuários, que denunciaram as péssimas condições e os riscos para a segurança dos passageiros.

Em abril de 2019 o município precisou alugar ônibus para atender o transporte coletivo, uma vez que os veículos da prefeitura já não suportavam mais a rotina de trabalho.

Desde então o serviço foi novamente terceirizado e opera atualmente em boas condições, oferecendo mais segurança aos usuários.

Veículos estão no pátio da prefeitura, na antiga Hatsuta

 

FacebookTwitterWhatsAppImprimir

Voltar para a listagem de notícias

Coronavírus

CALENDÁRIO DE EVENTOS

ACOMPANHE-NOS

UNIDADES FISCAIS

Fique por dentro dos índices - ver todas

Nenhuma unidade fiscal cadastrada no momento!
Fale Conosco

Prefeitura Municipal de Agudos - SP.
Usamos cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar você concorda com nossa Política de Cookies e Políticas de Privacidade.